May exige a Membros do Parlamento decisão sobre Brexit

By Março 21, 2019 Notícias, PT

No dia 20 de março, Theresa May discursou para o país, lamentando a necessidade de adiar a saída do Reino Unido da União Europeia. Note-se que, face à iminência do Brexit a 29 de março, e com o Acordo novamente rejeitado pelo Parlamento Britânico na semana passada, May optou por pedir formalmente a Donad Tusk a prorrogação da saída até 30 de junho.

Tal deve-se, continua, aos Membros do Parlamento, que “moção após moção, emenda após emenda, o Parlamento não decide aquilo que quer.  Tudo o que os Membros do Parlamento disseram foi aquilo que não queriam.” Para May, revogar o Artigo 50º é impensável – tal iria debilitar não só a confiança depositada na atual geração de políticos, mas também a legitimidade de todo o processo democrático.

Tanto Theresa May como Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista, marcarão presença no Conselho Europeu, onde a União Europeia discutirá o alargamento do prazo proposto por May. Donald Tusk já respondera provisoriamente ao pedido, afirmando que a prorrogação do prazo deverá ser acompanhada por uma garantia do Parlamento Britânico na ratificação do Acordo negociado.